20 junho 2017

Caco de Vidro 1 - Terra de Vidro: À Qualquer Momento

“And you keep saying
That you don't want to live like this
But then you go on like you always do
And when I listen to all the foolish things you say
I just feel the need to walk away”

“E você continua dizendo
Que você não quer viver assim
Mas então você continua como você sempre faz
E quando eu ouço todas as coisas tolas que você diz
Eu apenas sinto a necessidade de me afastar”

(Whenever — Nemesea)

Empurrou a porta de madeira da estalagem, pisando na pedra cinza-grafite que revestia o chão. O metal do salto das botas ressoou a cada passo, atraindo a atenção dos outros frequentadores, o som de conversas e de canecas batendo na madeira diminuindo gradativamente até parar.

16 junho 2017

Alanna: Os Sem Pele - Capítulo 10: De Materializações e Consciências

O espírito observou o Bruxo Branco — Abel, se ele lembrava corretamente dos pensamentos superficiais de Alanna sobre ele — pegar o corpo adormecido da garota do veículo estranho, e seguiu-o quando ele a levou para o interior da construção, passando por um cômodo onde a única coisa que ele conhecia era um tapete colorido, até alcançar o que ele deduziu ser um quarto, embora muito diferente do que o espírito conseguia se lembrar; o rapaz colocou a Shaman na cama, tirou os calçados estranhos dos pés dela e então a cobriu com um lençol fino.

— Seu pai vai me matar quando souber tudo que aconteceu... — Jaguar o ouviu resmungar enquanto fechava as cortinas, deixando o quarto escuro. O Bruxo Branco ainda verificou a temperatura da garota com as costas das mãos contra a testa dela antes de sair, resmungando algo como “Ainda bem que não está com febre”.

12 junho 2017

Caco de Vidro 1 - Terra de Vidro: Prólogo: Capricórnio - Um Novo Nome

“So I run and hide and tear myself up
Start again with a brand new name
And eyes that see into infinity”

“Então eu corro e me escondo e me despedaço
Começo outra vez com um novo nome
E olhos que veem até o infinito”

(Capricorn [A Brand New Name] — 30 Seconds to Mars)


Mês do Grifo, 5613 desde a Guerra dos Espelhos

O felino de pelos longos e alvos saltou para o colo da garota que não deveria ter mais do que dezoito anos, fazendo o sino de opala branca pendurado no pescoço tilintar de forma ritmada e melodiosa. Ele ronronou, brincando com os cabelos negros e lisos que pendiam de dois rabos-de-cavalo descendo de modo suave ao lado do rosto da garota, intrigado com as pequenas placas de ferro penduradas nas pontas. Ela riu, nervosamente, mas agradecida.